domingo, 31 de agosto de 2008

Thriller

O álbum Thriller, lançado em novembro de 1982, foi o mais vendido da história da música, atingindo a marca de 104 milhões de cópias vendidas.

Na primeira metade da década de 80, o álbum fez absoluto sucesso na América, influenciando a música, a dança, a moda e a televisão, e criando novos conceitos no universo dos videoclipes. Os videoclipes de Michael Jackson foram extremamente inovadores para a época: ao substituir a técnica da colagem de imagens por enredos nos vídeos de Billie Jean e Beat It, o astro acabou criando de um novo conceito de produção.

O álbum permaneceu por 37 semanas como o mais vendido dos Estados Unidos, um recorde até então, e também foi um marco na luta contra a discriminação racial na indústria fonográfica: Michael foi o primeiro artista negro cuja música estava no ar na MTV, com o videoclipe de Billie Jean.

Foi durante a divulgação do álbum, numa apresentação comemorativa dos 25 anos da gravadora Motown, que o cantor apresentou ao mundo o passo que batizou como The Moonwalk, em que desliza com os pés."Foi aquele momento que cristalizou o status de celebridade de Michael Jackson", cravou a prestigiada revista americana Rolling Stone. "Moonwalk, no mundo do entretenimento, só é comparável ao andar de vagabundo de Chaplin, à sequência de Gene Kelly em Dançando na Chuva e aos passos de Fred Astaire no filme Núpcias Reais".

Em dezembro de 1983, Michael e o diretor John Landis estabeleceram também novos horizontes para a produção de videoclipes, quando um curta-metragem de 14 minutos foi lançado para promover a canção Thriller. O vídeo foi gravado em película e custou cerca de 600 mil dólares, um valor altíssimo para os padrões da época.


Ainda hoje, o videoclipe fascina com seus dançarinos zumbis.

Devido ao seu relevante sucesso, em março de 1984 o videoclipe Thriller foi lançado em VHS, acompanhado por um documentário sobre os bastidores da produção. A fita, intitulada Making Michael Jackson's Thriller, vendeu 14 milhões de unidade e tornou-se a mais vendida de todos os tempos, até ser superada pela do filme Titanic, de James Cameron, em 1997.

Esse vídeo foi eleito por telespectadores da rede britânica Channel 4, no ano de 2005, como melhor videoclipe de todos os tempos.




No Brasil, Thriller é o álbum internacional mais vendido de todos os tempos. Até 2001, tinha interessado a 1.2 milhões de brasileiros. Billie Jean foi a segunda canção mais executada nas rádios do país em 1983, atrás somente de Menina Veneno, do cantor Ritchie.

3 comentários:

Gabe Sen disse...

O Michael Jackson era quente... E chegou uma época que ele chegou a ser até bonitinho. Mas daí ele resolveu virar uma mulher branca, e foi só ladeira abaixo...

hehehe

Fábio Rossi disse...

No Centro Acadêmico de Letras da FFP tem esse LP Thriller. Eu ouço sempre que posso... Mas como pra isso tenho que ter tempo e o som deve estar desocupado, o que quase impossível pra quem é de outro curso como é meu caso, tenho que me contentar em ouvir as músicas do Rei em MP3.
Você já escolheu as músicas do novo cd no site da som livre?

Cessel disse...

O clipe de Thiller foi, de fato, um divisor de águas no jeito de se fazer videoclipe. Se o Michael não tivesse enlouquecido, provavelmente estaria tão bem quanto a Madonna hoje em dia.