quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Tornando meu inferno mais quente

Quando estava ainda no meu primeiro ano de faculdade, minha amiga, renomada atriz teatral na cidade de Niterói e sócia da OST, Karla Verônica, introduziu-me a um conceito novo: Inferno Astral.

Trata-se do mês que antecede o aniversário. Teoricamente, nessa época as coisas simplesmente começam a dar errado.
Pois bem, hoje são 28 de Agosto de 2008. Em exatamente um mês, completo mais uma primavera.


Resolvi fazer uma pesquisa sobre o assunto. De fato, há muitas pessoas que acreditam piamente no assunto, bem como há muitos sites (especializados em astrologia, inclusive) que dizem que o "inferno astral" nada mais é do que uma balela superconveniente: culpar os astros por seus fracassos pessoais? Nada mais fácil.

Seja como for, uma vez que você tenha ouvido falar sobre o assunto e acreditando um pouco que seja em astrologia, é inevitável associar qualquer problema que aconteça nesse período (coincidência que seja) ao dito cujo.

Desde que Karla falou-me a respeito disso, comecei a perceber a quantidade de eventos azarados que acontecem nessa época (e que aconteceram mais ou menos nessa época em aniversários infernos astrais passados) todos os anos. Términos de namoro, doenças, mortes na família, brigas com amigos e por aí vai.

Seja como for, na madrugada de hoje, comecei a ter febre muito alta. Inexplicável. Não estou resfriada, não tenho nenhuma infecção, não sofro de nenhuma enfermidade. Apenas tenho (muita) febre e todo o mal-estar que esta causa.

Isso sim é tornar meu inferno mais quente...

2 comentários:

Dêzinha disse...

Muito bom seu blog, Kérow! ^^

Adicionei lá no meu!

=***

Mari disse...

Eu não acredito em astrologia mas quando chega 1 mês antes do meu aniversário me vejo em um inferno astral. Contraditório, né?